Inteligência emocional: o que é?

Ter inteligência emocional não é ser simpático, calmo e gentil. É, entre muitas outras características, ter autoconhecimento, capacidade de dar feedbacks difíceis, facilidade para mediar conflitos e otimismo na hora de enfrentar adversidades.

Para ajudar nessa definição, os especialistas Daniel Goleman e Richard Boyatzis, definem 4 habilidades essenciais para ter inteligência emocional:

  1. Consciência de si. O que está atrelado a capacidade de conhecer suas próprias emoções, principalmente as mais íntimas. Conhecer seus limites e autoconfiança sobre seus pontos fortes.
  2. Gestão de si mesmo. Sendo que esta depende do autocontrole emocional, da capacidade de adaptação, da orientação para os resultados e otimismo. Ou seja, para não se desesperar em uma situação adversa e manter o foco no trabalho.
  3. Consciência social. Aqui citamos a competência de ler o estado emocional de um grupo e suas relações de poder. A fim de prever situações de conflito e a antecipação de seus efeitos.
  4. Gestão de relacionamentos. Descrita como a capacidade de induzir atitudes desejáveis em outras pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *