Não se preocupe tanto com o “emprego perfeito”

Em entrevista à CNBC, Jenny Blake, ex-coach de carreira do Google, afirma que os jovens na casa dos 20 anos de idade não deveriam buscar tanto o emprego perfeito. Mas, ao invés disso, a busca por novas experiências e aprendizados são mais valiosos. Porque descobrir no que se faz melhor e o que mais gosta de fazer é o melhor caminho de encontrar a carreira dos sonhos.

Segundo Jenny, os jovens podem ver a carreira como um smartphone, ou seja, dinâmica e customizável. Principalmente logo após a conclusão da faculdade, que ela compara o momento a um novo celular, que acabou de sair da caixa. E assim é possível escolher os novos aplicativos, como habilidades, interesses, experiências e conhecimentos para construir a carreira.

Jenny conclui que a melhor forma de ajudar com as dúvidas sobre o caminho a seguir ou quais habilidades desenvolver, é dedicar ao autoconhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *