Processos seletivos diferenciados

Em tempos de YouTubers e valorização do conteúdo de qualidade publicado nas plataformas digitais em forma de textos, imagens e vídeos, algumas empresas estão alertas e usam estes canais em seus processos seletivos.

Também como uma fuga de dinâmicas de grupo e excesso de entrevistas, algumas empresas passaram a solicitar de seus candidatos o envio de vídeos. Principalmente na área de produção de conteúdo para mídias online, visto que este profissional deve despertar o interesse de seu público-alvo em um conteúdo atraente e único.

Para acirrar a competição entre os participantes destes processos, algumas empresas exige a publicação dos vídeos nas redes sociais pessoais do candidato e além da qualidade do vídeo, avaliará a interação com ele, ou seja, curtidas, comentários e compartilhamentos.

Você participaria de um processo seletivo desse?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *