Do freelancer ao CLT

Além de uma forma de trabalho com maior flexibilidade, trabalhar como freelancer é uma alternativa para momentos de transição de carreira. Como muitos profissionais podem usá-lo para se reinserir no mercado e atualizar suas habilidades.

Assim como muitos profissionais optam por atuar como freelancer para empresas estrangeiras, possibilitando assim o contato com o segundo idioma e outra cultura de trabalho.

Com alto desemprego no Brasil e muitos profissionais escolarizados e qualificados desistindo de buscar vagas, ser freelancer se torna uma alternativa temporária interessante.

Para ele, o primeiro passo antes de começar a procurar um trabalho freelance paralelamente à sua principal atividade de carreira, é pesquisar sobre o mercado da área de interesse. A maioria das oportunidades encontradas por iniciantes em sites de freelancers são de redação de artigos. Seguido de criação de logos, ilustrações, web design e edição de vídeos.

Depois da pesquisa de mercado, é importante traçar sua estratégia com os novos conhecimentos, pensando em como criar uma reputação e se destacar dentro do seu nicho.

Não é recomendado manter as duas atividades, de emprego fixo e freelancers, por muito tempo. Ao começar uma transição enquanto está empregado, é preciso limitar as horas de trabalho. Porque há o risco de perder qualidade de vida e de trabalho, prejudicando seu tempo de resposta ao cliente e a entrega dos projetos. Porque como freelancer, uma boa reputação nesses dois pontos faz muita diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *