Você sabe o que são falsos cognatos?

Já ouviu falar sobre esse termo? Se você estuda uma língua estrangeira, você precisa saber do que se trata.

 

Falsos cognatos são aquelas palavras escritas de forma semelhante em duas línguas, mas que possuem significados totalmente diferentes. Por falta de conhecimento sobre o idioma, muitas pessoas assumem o significado das palavras na língua estrangeira, pela forma que ela é escrita na sua própria língua mãe.

 

Vamos aos exemplos:

 

Um exemplo clássico de falso cognato entre inglês e português é a palavra “pretend”. Não existe nenhuma relação com “pretender”, em inglês “pretend” significa “fingir”.

 

Outro exemplo é a palavra “intend”. A princípio, ela se parece com “entender”, mas, na verdade, significa “pretender”. Já, “entender” em inglês é “understand”.

 

Aqui, mostramos alguns falsos cognatos que fazem muitas pessoas errarem em testes e provas:

  1. Agenda: pauta do dia ou da reunião. Não possui relação com o objeto “agenda”.
  2. Alias: pseudônimo, nome falso. Sem relação com a conjunção em português “aliás”.
  3. Application: inscrição. Errou quem pensou que fosse “aplicação”.
  4. Appointment: compromisso com hora marcada, sem relação com o verbo“apontar”.
  5. Assist: significa ajudar, dar suporte.
  6. Collar: gola da roupa, a palavra para “colar” é “necklace”.
  7. College: faculdade.
  8. Costume: fantasia, engana-se quem acredita que significa “habito ou costume”.
  9. Data: um ótimo exemplo. NÃO significa “data”, significa “dados”. Como em “dados da pesquisa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *