Empresa na Nova Zelândia comprova produtividade em menos dias de trabalho

Na Nova Zelândia, empresa administradora de fundos, testamentos e patrimônio, fez uma experiência com seus colaboradores e permitiu que trabalhassem 32 ao invés de 40 horas semanais. Reduzindo para 4 dias úteis a semana de sua equipe.

A experiência realizada durante dois meses, permitiu que pesquisadores concluíssem que o fato dos colaboradores passarem mais tempo com suas famílias, cuidando de sua forma física, cozinhando e cuidando do jardim, contribuiu para a boa produtividade em menor tempo de trabalho. Porque, segundo os próprios profissionais, o maior tempo de lazer permite o equilíbrio entre vida pessoal e profissional mais saudável.

Como solução para o tempo de trabalho menor, os colaboradores se motivaram a implementar algumas mudanças práticas, como a redução do tempo de reuniões. Para as que antes duravam duas horas, agora durassem apenas 30 minutos. Assim, a equipe empregava melhor o seu tempo durante o expediente com menor quantidade de horas improdutivas, ou seja, reduzindo também a procrastinação.

Portanto, a redução da jornada de trabalho implica na forma inteligente de investir o tempo durante o trabalho, reduzido a procrastinação e focando mais nas atividades de alto valor para a empresa. O que eleva a produtividade geral da equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *